31 de out de 2012

Amor proibido...



Quer saber? Eu amo você!
Que se dane o que vão pensar o que vão dizer...
Quero você... Tanto quanto um cego almeja ver...
Quero você independente do seu querer...
Com ou sem julgamentos não posso evitar... Eu passei a te amar...
De forma diferente, de forma que não poderia ser...
Vejo-me pensando em você...
Meus pensamentos tomam forma de viajem, devaneios profundos... Saio da realidade, me perco em saudades, vontade de estar ao seu lado...
Anseios, desejos me invadem a alma... Pensamentos pecaminosos, desejos incessantes...
Não era para ser assim... O que será de mim, de nós?
Entrego-te o meu verdadeiro amor sem você ao menos saber como ele se distingue, se define...
Sinta-o apenas, e nada mais...
Eu Amo Você... E tenho medo por te amar de mais...
Acho que... Não devo... Não seria o certo... Não dessa forma... Assim... Desta forma...
Perdoe-me o meu pecado?
Mas aconteceu... É mais forte... Foi mais forte que eu...
O que será de mim agora?
Não importa... Apenas sinta... Saiba o quanto o amo e amarei você...
Silêncio... Apenas peço-lhe silêncio...
Não me diga nada... Ouça apenas meu sussurro, quando pensar em mim: “Quero ter você pra sempre!”.
Postar um comentário

31 de out de 2012

Amor proibido...



Quer saber? Eu amo você!
Que se dane o que vão pensar o que vão dizer...
Quero você... Tanto quanto um cego almeja ver...
Quero você independente do seu querer...
Com ou sem julgamentos não posso evitar... Eu passei a te amar...
De forma diferente, de forma que não poderia ser...
Vejo-me pensando em você...
Meus pensamentos tomam forma de viajem, devaneios profundos... Saio da realidade, me perco em saudades, vontade de estar ao seu lado...
Anseios, desejos me invadem a alma... Pensamentos pecaminosos, desejos incessantes...
Não era para ser assim... O que será de mim, de nós?
Entrego-te o meu verdadeiro amor sem você ao menos saber como ele se distingue, se define...
Sinta-o apenas, e nada mais...
Eu Amo Você... E tenho medo por te amar de mais...
Acho que... Não devo... Não seria o certo... Não dessa forma... Assim... Desta forma...
Perdoe-me o meu pecado?
Mas aconteceu... É mais forte... Foi mais forte que eu...
O que será de mim agora?
Não importa... Apenas sinta... Saiba o quanto o amo e amarei você...
Silêncio... Apenas peço-lhe silêncio...
Não me diga nada... Ouça apenas meu sussurro, quando pensar em mim: “Quero ter você pra sempre!”.
Postar um comentário