24 de jun de 2010

Que saudades de você...


Edvan!
Que saudade de você...
Faz tempo que não digo que te amo. Você sabe que te amo e que tu és muito importante para mim?
Hoje estou com 30 anos, mas nada mudou ainda te vejo como meu super-herói, meu ídolo, minha inspiração, meu grande orgulho... Ah como eu tenho orgulho de você...
Quando eu era criança queria ser igual a você, queria crescer rápido para participar do seu mundo que para mim naquela época era mágico e fascinante. Eu me sentia um máximo perto de você ou em sua campainha quando você me levava para seu mundo adulto, mas sempre cuidando de mim para que nenhum mal me acontecesse.
Você ajudou a mamãe a cuidar de mim e do nosso irmão caçula. Lembro que, quando éramos pequenos você não nos deixava mascar chicletes e nos deu uma bronca tremenda quando em vez de chupar o pirulito recheado com goma de mascar eu e o Edcarlos mastigamos para chegar logo ao recheio, você nos fez jogar fora, lembra? Parece besteira, mas não! Era cuidado! Você soube cuidar muito bem da gente um verdadeiro babá. (risos).
Com você aprendi a admirar a liberdade de ser, a ver a vida de forma simples e natural, a não desistir nunca. Com você aprendi que, se hoje se perde amanha é outro dia para se ganhar, você me serviu de exemplo para sempre recomeçar.
Na minha infância eu era tão sua fã que curtia o mesmo som, a mesmo ritmo que você, eu queria ser igual a você.
Eu observava você ouvindo Raul Seixas: “Ouro de tolo”; “Metamorfose ambulante”; “Maluco beleza”; “Medo da chuva”, Todas hoje me faz lembrar você, mas a que mais parecia com você era “Gita”, eu fiquei com “Sapato 36”, pois já desde cedo eu já mostrava minha rebeldia. Entre Raul, Cazuza, outras canções me fazem lembrar minha infância, minha juventude e minha adolescência que passei ao seu lado.
Você me viu nascer, crescer me tornar mulher, hoje quando te vejo sinto vontade de lhe tomar em meus braços te colocar no meu colo e te fazer ninar, sinto vontade de te proteger de te guardar...
Não consigo mudar o que sinto, nem como te vejo... Você continua sendo para mim meu ídolo, meu orgulho meu querido, não ligo para o que pintam de você, mesmo por que não consigo acreditar e mesmo que o que dizem fosse verdade o importante é o que você sempre foi e sempre será para mim: Meu eterno amor fraterno!
Quando penso em você é o meu brother que vem a minha mente, é o cara firmeza que ria com a vida, é o cara que me ensinou muitas coisas boas. Quando eu penso e falo de você é do meu brother que falo, daquele que sempre lutou e buscou vencer os desafios, que nunca desistiu no meio do caminho, nem de recomeçar quando uma batalha ficou perdida. Quando lembro, falo e penso em você é do meu irmão que cuidou de mim que me deu sobrinhos lindos e que me fez e faz orgulhar muito!
Que saudades de você...
Queria tanto te dar um abraço...
Queria sentar ao seu lado e bater um papo cabeça, tranqüilo...
Queria te ouvir... Queria que me ouvisse... Queria te dar um beijo... Queria ter você de volta
Vamos ouvir Raul Seixas, vamos convidar os amigos que na minha infância eram seus e hoje são meus também, para voltar ao passado e relembrar o quanto você era feliz e pode continuar sendo? Vamos ouvir aquelas musicas dos anos 80 que fez muito sucesso e que marcaram sua época eu me lembro de algumas, pois elas me lembram você? 
 Meu amor por você é tão grande, que sua ausência me sufoca de saudade e bastam apenas alguns dias longes para ao te rever chorar de emoção.
Lembra quando eu quebrei minha clavícula, você me deitou na cama passou a mão na minha cabeça até eu adormecer e nossa mãe chegar e me levar ao hospital? Gesto de amor como este me mantém ligada a você.
Lembra da minha primeira apresentação da escola, a mesma escola que você estudou e você estava lá junto com a Rose me vendo no palco? É esse gesto de amor que me mantém ligada a você!
Lembra da minha primeira Barbie? Foi você quem me deu! É esse gesto de amor que me mantém ligada a você!
Lembra quando meu pai seu padrasto, ficou doente em cima de uma cama após uma cirurgia e você praticamente nos sustentou e não nos deixou nada faltar? É gesto de amor como este que me mantém ligada a você!
Sabe o amor, este amor que sinto por você? É ele que me manterá eternamente ligada a você!
Que saudade de você...
Saudades de nossas risadas..., de rir do nada, de falar besteira...
Saudades das nossas baladas... Quando eu era pequena não via a hora de crescer e sair com você e seus amigos. Lembra, quando eu era uma menininha uma vez te perguntei: “-Divan quando eu for maior de idade posso sair com você pro baile?” (risos)
Eu cresci e curtir muito em sua campainha. Vamos para o baile matar a saudade?
Já aprontamos tanto juntos, já passamos por alguns apuros...
Você não é o que pintam, eu sei da sua essência, eu sei da sua índole e qualquer um pode extrair de você o melhor e tudo de bom que há... Você é humano e como todo humano erra você não é obrigado ser perfeito para agradar a todos, sei e entendo que nem sempre há tolerância para hipocrisias e desajustes sociais... Para toda ação há uma reação de certo que algumas não justificam tamanha estupidez que às vezes cometemos, mas qualquer ser humano está sujeito a perder a noção se é que realmente perdemos ou apenas é um instinto de defesa e sobrevivência, afinal o que se corre nas veias é sangue e não água. Às vezes chego à conclusão que seres da nossa própria espécie são o grande câncer da nossa moralidade, sem a gente se dar conta eles nos transforma, nos denigre e nos mata, claro que, não deixo de acreditar que também cada um de nós pode ser causador de nossos próprios males...
Que saudades de você...
Mesmo com seu jeito ranzinza, eu sempre te admirei...
Seu jeito calado, cabisbaixo sentado no sofá coçando seu calo do pé... Hum! lembrei você tinha uma amiga a Soninha que comia seu calo! Eca! Que nojo! Eu era pequena e lembro-me disso! (risos)
Estava agora mexendo na minha carteira e achei um bilhetinho que você escreveu há alguns anos atrás... Saudades meu irmão... Chorei ao ler o bilhete... Venha!  Quero te mostrar, guardo até hoje, assim quem sabe você consiga entender o porquê te amo tanto ou quem sabe alguém consiga entender o que é amor de irmão e que nada poderá abalar isso.
Todas as lembranças de minha vida com você continuam vivas, cada momento, cada lagrima, sorriso, dor, raiva, esperança...
Quando eu era criança lembro que, você saia para trabalhar e quando voltava eu já estava dormindo então certo dia pedi para nossa mãe para que, ela me acordasse assim que você chegasse, pois eu já não agüentava mais de tanta saudade e assim ela fez, não sei se você se lembra, mas até hoje sinto aquele abraço. (estou chorando agora ao recordar).
Que saudades de você...
Mato e morro por ti, te defendo com unhas e dentes a ponto de duvidar se alguém falar mal de ti, tudo isso por que meu amor por você é grande, sem barreiras é um amor fraterno e pouco importa o que pensam e o que falam de nada vai mudar o que sinto, pois o que sinto é sincero e amor sincero não se desdenha, não se oprime não se julga muito menos a quem se ama
Quero tanto seu bem! Quero tanto te ver feliz!
Você será sempre meu irmãozinho querido, meu ídolo meu segundo pai...
Cara! Lembrei agora, quando eu e o Edcarlos acordávamos cedo e você querendo dormir até mais tarde, ele e eu ficávamos pulando em cima da cama e você acordava furioso e de longe mesmo mandava um chinelo voador em nossa direção era um jeitinho tosco de nos mandar calar a boca (risos). Você não era diferente de nós só tinha mais idades (risos), como é bom lembrar, voltar no tempo e comparando hoje muita coisa mudou, menos meu amor, meu orgulho e a satisfação de tê-lo como meu irmão.
É claro que já discutimos já nos magoamos, mas nada que abalasse nossa relação, nada que quebrasse o respeito mutuo que tínhamos e acredito ainda existir entre nós!
Você esteve sempre presente na minha vida e em cada momento importante entre eles foi à minha primeira comunhão e também na minha formatura da oitava serie você foi meu padrinho, me deu um lindo buquê de rosas eu nunca tinha ganhado rosas e você me deu, foi inesquecível e será sempre.
Seus conselhos, suas broncas...
Você também já me deu muito trabalho viu seu moço?! Já me deixou noites em claro preocupada. E sabe por que me preocupo tanto? Por que eu te amo! Te amo muito! E quem ama cuida, quem ama protege, acolhe...
São tantos os seus problemas, sei que não está sendo fácil manter o equilíbrio nessa árdua luta, mas tenha fé e deixe que só o amor tome conta de você, preencha somente de coisas boas, esvazie-se de pensamentos maléficos, acolha em sua volta os que te amam e querem te ajudar sempre!
Acredite! Não é difícil saber, ver, notar e sentir quando alguém esta mentindo, ainda mais quando se sabe quem realmente nos ama de verdade e quem jamais faria algo para nos prejudicar, por tanto saiba que seus amigos verdadeiros e toda sua família te amam e esse amor é verdadeiro.
O meu amor é verdadeiro!
Saudades de você...
Ah! Lembrei de uma coisa, vamos qualquer dia naquele bosquinho lá na Alameda Yaya onde aos domingos você me levava para brincar?

Hoje está música me fez lembrar você:

Ilhas Flutuantes-Tribo de Jah
Postar um comentário

24 de jun de 2010

Que saudades de você...


Edvan!
Que saudade de você...
Faz tempo que não digo que te amo. Você sabe que te amo e que tu és muito importante para mim?
Hoje estou com 30 anos, mas nada mudou ainda te vejo como meu super-herói, meu ídolo, minha inspiração, meu grande orgulho... Ah como eu tenho orgulho de você...
Quando eu era criança queria ser igual a você, queria crescer rápido para participar do seu mundo que para mim naquela época era mágico e fascinante. Eu me sentia um máximo perto de você ou em sua campainha quando você me levava para seu mundo adulto, mas sempre cuidando de mim para que nenhum mal me acontecesse.
Você ajudou a mamãe a cuidar de mim e do nosso irmão caçula. Lembro que, quando éramos pequenos você não nos deixava mascar chicletes e nos deu uma bronca tremenda quando em vez de chupar o pirulito recheado com goma de mascar eu e o Edcarlos mastigamos para chegar logo ao recheio, você nos fez jogar fora, lembra? Parece besteira, mas não! Era cuidado! Você soube cuidar muito bem da gente um verdadeiro babá. (risos).
Com você aprendi a admirar a liberdade de ser, a ver a vida de forma simples e natural, a não desistir nunca. Com você aprendi que, se hoje se perde amanha é outro dia para se ganhar, você me serviu de exemplo para sempre recomeçar.
Na minha infância eu era tão sua fã que curtia o mesmo som, a mesmo ritmo que você, eu queria ser igual a você.
Eu observava você ouvindo Raul Seixas: “Ouro de tolo”; “Metamorfose ambulante”; “Maluco beleza”; “Medo da chuva”, Todas hoje me faz lembrar você, mas a que mais parecia com você era “Gita”, eu fiquei com “Sapato 36”, pois já desde cedo eu já mostrava minha rebeldia. Entre Raul, Cazuza, outras canções me fazem lembrar minha infância, minha juventude e minha adolescência que passei ao seu lado.
Você me viu nascer, crescer me tornar mulher, hoje quando te vejo sinto vontade de lhe tomar em meus braços te colocar no meu colo e te fazer ninar, sinto vontade de te proteger de te guardar...
Não consigo mudar o que sinto, nem como te vejo... Você continua sendo para mim meu ídolo, meu orgulho meu querido, não ligo para o que pintam de você, mesmo por que não consigo acreditar e mesmo que o que dizem fosse verdade o importante é o que você sempre foi e sempre será para mim: Meu eterno amor fraterno!
Quando penso em você é o meu brother que vem a minha mente, é o cara firmeza que ria com a vida, é o cara que me ensinou muitas coisas boas. Quando eu penso e falo de você é do meu brother que falo, daquele que sempre lutou e buscou vencer os desafios, que nunca desistiu no meio do caminho, nem de recomeçar quando uma batalha ficou perdida. Quando lembro, falo e penso em você é do meu irmão que cuidou de mim que me deu sobrinhos lindos e que me fez e faz orgulhar muito!
Que saudades de você...
Queria tanto te dar um abraço...
Queria sentar ao seu lado e bater um papo cabeça, tranqüilo...
Queria te ouvir... Queria que me ouvisse... Queria te dar um beijo... Queria ter você de volta
Vamos ouvir Raul Seixas, vamos convidar os amigos que na minha infância eram seus e hoje são meus também, para voltar ao passado e relembrar o quanto você era feliz e pode continuar sendo? Vamos ouvir aquelas musicas dos anos 80 que fez muito sucesso e que marcaram sua época eu me lembro de algumas, pois elas me lembram você? 
 Meu amor por você é tão grande, que sua ausência me sufoca de saudade e bastam apenas alguns dias longes para ao te rever chorar de emoção.
Lembra quando eu quebrei minha clavícula, você me deitou na cama passou a mão na minha cabeça até eu adormecer e nossa mãe chegar e me levar ao hospital? Gesto de amor como este me mantém ligada a você.
Lembra da minha primeira apresentação da escola, a mesma escola que você estudou e você estava lá junto com a Rose me vendo no palco? É esse gesto de amor que me mantém ligada a você!
Lembra da minha primeira Barbie? Foi você quem me deu! É esse gesto de amor que me mantém ligada a você!
Lembra quando meu pai seu padrasto, ficou doente em cima de uma cama após uma cirurgia e você praticamente nos sustentou e não nos deixou nada faltar? É gesto de amor como este que me mantém ligada a você!
Sabe o amor, este amor que sinto por você? É ele que me manterá eternamente ligada a você!
Que saudade de você...
Saudades de nossas risadas..., de rir do nada, de falar besteira...
Saudades das nossas baladas... Quando eu era pequena não via a hora de crescer e sair com você e seus amigos. Lembra, quando eu era uma menininha uma vez te perguntei: “-Divan quando eu for maior de idade posso sair com você pro baile?” (risos)
Eu cresci e curtir muito em sua campainha. Vamos para o baile matar a saudade?
Já aprontamos tanto juntos, já passamos por alguns apuros...
Você não é o que pintam, eu sei da sua essência, eu sei da sua índole e qualquer um pode extrair de você o melhor e tudo de bom que há... Você é humano e como todo humano erra você não é obrigado ser perfeito para agradar a todos, sei e entendo que nem sempre há tolerância para hipocrisias e desajustes sociais... Para toda ação há uma reação de certo que algumas não justificam tamanha estupidez que às vezes cometemos, mas qualquer ser humano está sujeito a perder a noção se é que realmente perdemos ou apenas é um instinto de defesa e sobrevivência, afinal o que se corre nas veias é sangue e não água. Às vezes chego à conclusão que seres da nossa própria espécie são o grande câncer da nossa moralidade, sem a gente se dar conta eles nos transforma, nos denigre e nos mata, claro que, não deixo de acreditar que também cada um de nós pode ser causador de nossos próprios males...
Que saudades de você...
Mesmo com seu jeito ranzinza, eu sempre te admirei...
Seu jeito calado, cabisbaixo sentado no sofá coçando seu calo do pé... Hum! lembrei você tinha uma amiga a Soninha que comia seu calo! Eca! Que nojo! Eu era pequena e lembro-me disso! (risos)
Estava agora mexendo na minha carteira e achei um bilhetinho que você escreveu há alguns anos atrás... Saudades meu irmão... Chorei ao ler o bilhete... Venha!  Quero te mostrar, guardo até hoje, assim quem sabe você consiga entender o porquê te amo tanto ou quem sabe alguém consiga entender o que é amor de irmão e que nada poderá abalar isso.
Todas as lembranças de minha vida com você continuam vivas, cada momento, cada lagrima, sorriso, dor, raiva, esperança...
Quando eu era criança lembro que, você saia para trabalhar e quando voltava eu já estava dormindo então certo dia pedi para nossa mãe para que, ela me acordasse assim que você chegasse, pois eu já não agüentava mais de tanta saudade e assim ela fez, não sei se você se lembra, mas até hoje sinto aquele abraço. (estou chorando agora ao recordar).
Que saudades de você...
Mato e morro por ti, te defendo com unhas e dentes a ponto de duvidar se alguém falar mal de ti, tudo isso por que meu amor por você é grande, sem barreiras é um amor fraterno e pouco importa o que pensam e o que falam de nada vai mudar o que sinto, pois o que sinto é sincero e amor sincero não se desdenha, não se oprime não se julga muito menos a quem se ama
Quero tanto seu bem! Quero tanto te ver feliz!
Você será sempre meu irmãozinho querido, meu ídolo meu segundo pai...
Cara! Lembrei agora, quando eu e o Edcarlos acordávamos cedo e você querendo dormir até mais tarde, ele e eu ficávamos pulando em cima da cama e você acordava furioso e de longe mesmo mandava um chinelo voador em nossa direção era um jeitinho tosco de nos mandar calar a boca (risos). Você não era diferente de nós só tinha mais idades (risos), como é bom lembrar, voltar no tempo e comparando hoje muita coisa mudou, menos meu amor, meu orgulho e a satisfação de tê-lo como meu irmão.
É claro que já discutimos já nos magoamos, mas nada que abalasse nossa relação, nada que quebrasse o respeito mutuo que tínhamos e acredito ainda existir entre nós!
Você esteve sempre presente na minha vida e em cada momento importante entre eles foi à minha primeira comunhão e também na minha formatura da oitava serie você foi meu padrinho, me deu um lindo buquê de rosas eu nunca tinha ganhado rosas e você me deu, foi inesquecível e será sempre.
Seus conselhos, suas broncas...
Você também já me deu muito trabalho viu seu moço?! Já me deixou noites em claro preocupada. E sabe por que me preocupo tanto? Por que eu te amo! Te amo muito! E quem ama cuida, quem ama protege, acolhe...
São tantos os seus problemas, sei que não está sendo fácil manter o equilíbrio nessa árdua luta, mas tenha fé e deixe que só o amor tome conta de você, preencha somente de coisas boas, esvazie-se de pensamentos maléficos, acolha em sua volta os que te amam e querem te ajudar sempre!
Acredite! Não é difícil saber, ver, notar e sentir quando alguém esta mentindo, ainda mais quando se sabe quem realmente nos ama de verdade e quem jamais faria algo para nos prejudicar, por tanto saiba que seus amigos verdadeiros e toda sua família te amam e esse amor é verdadeiro.
O meu amor é verdadeiro!
Saudades de você...
Ah! Lembrei de uma coisa, vamos qualquer dia naquele bosquinho lá na Alameda Yaya onde aos domingos você me levava para brincar?

Hoje está música me fez lembrar você:

Ilhas Flutuantes-Tribo de Jah
Postar um comentário