5 de fev de 2010

"Amigos Temporários"

 

"Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos, não tanto pelo que nos dá, mas pelo que nos revela de nós mesmos."
Miguel de Unamuno


Acho que na verdade, nunca paramos para pensar em quem realmente somos ou talvez o que somos aos olhos alheios.
Para alguns, somos insignificantes, para outros significantes.
Há pessoas que enxergam nossos valores incondicionalmente, outros não!
Vivemos em meia tanta gente e, se às vezes nos pegamos a nos perguntar quem somos, imagina saber de fato com quem nos relacionamos! De inicio achamos que sabemos tudo, mas só o tempo é quem nos dirá, mas como diz Platão um filosofo e matemático em suas famosas frases: “Você pode descobrir mais sobre uma pessoa em uma hora de brincadeira do que em um ano de conversa.”. Nem sempre é assim que acontecem, algumas pessoas quando se encontram sozinho triste por alguma razão, em meios a tantos problemas tumultuados eis que surge um amigo: “Você”. Então, você passa ser o importante, o anjo, a fada, a magia, o “momento mágico” tipo aquele que Paulo Coelho cita em seu livro 11 minutos, a salvação o começo de uma nova era. Você é tudo, você é a pessoa legal, que levanta o astral, o ser incomparável!
Segundo o velho ditado “Depois da tempestade vem a abonança,” essas pessoas simplesmente reagem aos problemas, se levanta sacode as poeiras e da à volta por cima e depois nos dão demissão, por que nosso contrato de “amigo temporário” acabou. Fomos sim e somos muito mais além daquilo que achavam que fossemos apenas não nos deram nosso respectivo valor.
Não sei se é muito comum isso, mas essas pessoas em seus momentos de fraqueza psíquicas ou até mesmo emocionais, procurar apoio no primeiro que aprece e depois de resolvido tudo os descarta, agem como aquelas crianças que acabará de ganhar um presente novo e aquele velho vai pra gaveta.
Sugam nossas energias, nos doamos de verdade, fazemos de tudo por ela. Sabe o que recebemos em troca depois? INDIFERENÇA.
Nada do que faço espero receber algo em troca!
Não quero ser santificada, não quero nenhuma placa em meu tumulo!
Não quero um troféu, nem que construam um memorial em minha homenagem!
De pessoas assim quero apenas o esquecimento, afinal depois desses haverá sempre mais um disposto a renovar nosso contrato de “amigo temporário.”
Nem tudo também pode estar perdido, há também aquelas pessoas que nos acolhem, que no final de tudo você pode chamar de amigo, falo daqueles que chorou em seu ombro e hoje empresta o dele para você chorar também. Aquele que em todos os momentos também passou a ser mágico, que aponta seus erros sem te censurar nem te condenar, falo daqueles que um dia você deu bronca e hoje faz o mesmo com você, mas sem ofender, aqueles que com os nossos grandes valores o ajudamos a levantar e hoje são eles quem nos estendem as mãos.
Quando nos apegamos a alguém fica difícil se desvincular emocionalmente, mas não vejo como nada impossível. Esquecer quem com o tempo aprendemos a gosta pode até doer, mas acredito que a dor e a decepção causada a nós pelos os mesmo são bem maiores.

Isso não acontece só entre amigos não, está presente no meio familiar até mesmo em relações amorosas, há sempre alguém para carregarmos nas costa e depois os mesmo, nos colocar na cruz! Na maioria das vezes somos vitimas de nós mesmos, da nossa bondade excessiva
Muitas vezes levei o nome de egoísta e orgulhosa, pode até ser que eu seja mesmo tudo isso, apesar de eu não achar, mas se assim muitos me vê pode ser o reflexo das vezes que abusaram da minha infinita bondade!Como mesmo já disse, eu não sou santa e mesmo assim consigo ser amiga, mesmo que temporário, mas sei que para muitos serei eterna.
Conquistamos muitas amizades, algumas importantes e inesquecíveis outras dolorosas e decepcionantes, mas com ambas acredito que aprendemos a enxergar nossos verdadeiros valores, valores esses que nada nessa vida pode comprar.
Para ser um bom amigo ou se ter um bom amigo, não existe regras. Tem que ser ético tem que querer ser, realmente ser! Sem interesse, sem querer algo em troca, um amigo de verdade não te esconde, não tem vergonha de você, procura te ouvir sempre antes de questionar e julgar. Um amigo de verdade te assume te mostra e te revela aos outros, por que se é amigo é assim que tem que ser! Sem delongas, sem mais sem menos, sem por que nem pra que,, amigo é amigo, se assim não for esquece e cuidado você pode ser apenas um “temporário” em quanto convém a quem esta te usando!
Pessoas assim que conscientemente ou não, usam pessoas para despejar apenas seus problemas e nada mais, em busca de conselhos, não procure um “amigo temporário”, mesmo por que com sentimentos não se brinca. Procure um padre é para isso que eles também servem, para ouvir problemas e pecados.  Já que tudo é passageiro o máximo que poderá acontecer é pagar uma penitencia, o que não é justo é alguém ter que pagar por eles.
Seria bom se nascêssemos com um manual de instrução, até mesmo com aqueles rótulos com avisos: “Prejudicial à saúde o uso continuo”, “prejudicial à saúde”, “fique longe cuidado Perigo!” Ou melhor, de tudo “sem contra indicação”
Pessoas entram e saem de nossas vidas sem ao menos pedir licença, muitas vezes permitimos, outras vezes quando nos damos conta já esta lá e assim vamos levando a vida e com ela aqueles que chamamos de amigos e que podem se tornar inimigos ou que com o tempo podem ficar no esquecimento.
Nunca estamos sós! Em boa ou má campainha estaremos sempre, cabe a nós selecionar melhor nossas amizades, mas como já disse se viesse com rotulo seria mais fácil!
No blog coisas do junco- Onde canta a Acauã eu li uma linda poesia feita por um grande amigo escritor Ronaldo Torres conhecido pelos mais íntimos como Tom, poesia essa que revela o que é um amigo de verdade. Veio à inspiração de escrever, já que ando tão decepcionadas com alguns que um dia eu acreditei serem meus amigos, mas também me veio à certeza de quais são meus amigos verdadeiros.

Amigos e "amigos"

“De amigos da onça e salafrários o mundo pulula
Amigos ursos, abraços enganadores de tamanduá.
Na frente um sorriso permeado de suave candura,
Até o instante de algum benefício poder nos tirar.
Amigos são aqueles cujas portas nos abrem
Enquanto na vida outras portas nos são fechadas;
Ombro para o choro quando as lágrimas ardem
Nas tragédias pungentes da essência alquebrada

É o afago espiritual, o sentido moral, a direção,
Quando nos perdemos em caminhos tortuosos.
O conforto da alma, gozo e pompa do coração,
Farta mesa de ambrosia e aperitivos saborosos.
Entre amigos os mais íntimos segredos inexistem;
Um cordão invisível prende seus régios umbigos.
Quando na noite a angústia e a solidão persistem,
Bate à porta, uma voz responde, oferece abrigo:

– Entre, fique à vontade, meu irmão, meu amigo!”


Quero agradecer a todos que sempre estiveram do meu lado tanto em momentos bons quantos ruins, que nunca se negaram a serem meus amigos, com carinho e orgulho sempre me assumiram diante todos! Obrigado por me efetivarem prolongando assim meu contrato por toda eternidade (rsrs)


"Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir. Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz."
(Carlos Drummond de Andrade)
  
Divulguem! Compartilhe!

Bookmark and Share






Postar um comentário

5 de fev de 2010

"Amigos Temporários"

 

"Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos, não tanto pelo que nos dá, mas pelo que nos revela de nós mesmos."
Miguel de Unamuno


Acho que na verdade, nunca paramos para pensar em quem realmente somos ou talvez o que somos aos olhos alheios.
Para alguns, somos insignificantes, para outros significantes.
Há pessoas que enxergam nossos valores incondicionalmente, outros não!
Vivemos em meia tanta gente e, se às vezes nos pegamos a nos perguntar quem somos, imagina saber de fato com quem nos relacionamos! De inicio achamos que sabemos tudo, mas só o tempo é quem nos dirá, mas como diz Platão um filosofo e matemático em suas famosas frases: “Você pode descobrir mais sobre uma pessoa em uma hora de brincadeira do que em um ano de conversa.”. Nem sempre é assim que acontecem, algumas pessoas quando se encontram sozinho triste por alguma razão, em meios a tantos problemas tumultuados eis que surge um amigo: “Você”. Então, você passa ser o importante, o anjo, a fada, a magia, o “momento mágico” tipo aquele que Paulo Coelho cita em seu livro 11 minutos, a salvação o começo de uma nova era. Você é tudo, você é a pessoa legal, que levanta o astral, o ser incomparável!
Segundo o velho ditado “Depois da tempestade vem a abonança,” essas pessoas simplesmente reagem aos problemas, se levanta sacode as poeiras e da à volta por cima e depois nos dão demissão, por que nosso contrato de “amigo temporário” acabou. Fomos sim e somos muito mais além daquilo que achavam que fossemos apenas não nos deram nosso respectivo valor.
Não sei se é muito comum isso, mas essas pessoas em seus momentos de fraqueza psíquicas ou até mesmo emocionais, procurar apoio no primeiro que aprece e depois de resolvido tudo os descarta, agem como aquelas crianças que acabará de ganhar um presente novo e aquele velho vai pra gaveta.
Sugam nossas energias, nos doamos de verdade, fazemos de tudo por ela. Sabe o que recebemos em troca depois? INDIFERENÇA.
Nada do que faço espero receber algo em troca!
Não quero ser santificada, não quero nenhuma placa em meu tumulo!
Não quero um troféu, nem que construam um memorial em minha homenagem!
De pessoas assim quero apenas o esquecimento, afinal depois desses haverá sempre mais um disposto a renovar nosso contrato de “amigo temporário.”
Nem tudo também pode estar perdido, há também aquelas pessoas que nos acolhem, que no final de tudo você pode chamar de amigo, falo daqueles que chorou em seu ombro e hoje empresta o dele para você chorar também. Aquele que em todos os momentos também passou a ser mágico, que aponta seus erros sem te censurar nem te condenar, falo daqueles que um dia você deu bronca e hoje faz o mesmo com você, mas sem ofender, aqueles que com os nossos grandes valores o ajudamos a levantar e hoje são eles quem nos estendem as mãos.
Quando nos apegamos a alguém fica difícil se desvincular emocionalmente, mas não vejo como nada impossível. Esquecer quem com o tempo aprendemos a gosta pode até doer, mas acredito que a dor e a decepção causada a nós pelos os mesmo são bem maiores.

Isso não acontece só entre amigos não, está presente no meio familiar até mesmo em relações amorosas, há sempre alguém para carregarmos nas costa e depois os mesmo, nos colocar na cruz! Na maioria das vezes somos vitimas de nós mesmos, da nossa bondade excessiva
Muitas vezes levei o nome de egoísta e orgulhosa, pode até ser que eu seja mesmo tudo isso, apesar de eu não achar, mas se assim muitos me vê pode ser o reflexo das vezes que abusaram da minha infinita bondade!Como mesmo já disse, eu não sou santa e mesmo assim consigo ser amiga, mesmo que temporário, mas sei que para muitos serei eterna.
Conquistamos muitas amizades, algumas importantes e inesquecíveis outras dolorosas e decepcionantes, mas com ambas acredito que aprendemos a enxergar nossos verdadeiros valores, valores esses que nada nessa vida pode comprar.
Para ser um bom amigo ou se ter um bom amigo, não existe regras. Tem que ser ético tem que querer ser, realmente ser! Sem interesse, sem querer algo em troca, um amigo de verdade não te esconde, não tem vergonha de você, procura te ouvir sempre antes de questionar e julgar. Um amigo de verdade te assume te mostra e te revela aos outros, por que se é amigo é assim que tem que ser! Sem delongas, sem mais sem menos, sem por que nem pra que,, amigo é amigo, se assim não for esquece e cuidado você pode ser apenas um “temporário” em quanto convém a quem esta te usando!
Pessoas assim que conscientemente ou não, usam pessoas para despejar apenas seus problemas e nada mais, em busca de conselhos, não procure um “amigo temporário”, mesmo por que com sentimentos não se brinca. Procure um padre é para isso que eles também servem, para ouvir problemas e pecados.  Já que tudo é passageiro o máximo que poderá acontecer é pagar uma penitencia, o que não é justo é alguém ter que pagar por eles.
Seria bom se nascêssemos com um manual de instrução, até mesmo com aqueles rótulos com avisos: “Prejudicial à saúde o uso continuo”, “prejudicial à saúde”, “fique longe cuidado Perigo!” Ou melhor, de tudo “sem contra indicação”
Pessoas entram e saem de nossas vidas sem ao menos pedir licença, muitas vezes permitimos, outras vezes quando nos damos conta já esta lá e assim vamos levando a vida e com ela aqueles que chamamos de amigos e que podem se tornar inimigos ou que com o tempo podem ficar no esquecimento.
Nunca estamos sós! Em boa ou má campainha estaremos sempre, cabe a nós selecionar melhor nossas amizades, mas como já disse se viesse com rotulo seria mais fácil!
No blog coisas do junco- Onde canta a Acauã eu li uma linda poesia feita por um grande amigo escritor Ronaldo Torres conhecido pelos mais íntimos como Tom, poesia essa que revela o que é um amigo de verdade. Veio à inspiração de escrever, já que ando tão decepcionadas com alguns que um dia eu acreditei serem meus amigos, mas também me veio à certeza de quais são meus amigos verdadeiros.

Amigos e "amigos"

“De amigos da onça e salafrários o mundo pulula
Amigos ursos, abraços enganadores de tamanduá.
Na frente um sorriso permeado de suave candura,
Até o instante de algum benefício poder nos tirar.
Amigos são aqueles cujas portas nos abrem
Enquanto na vida outras portas nos são fechadas;
Ombro para o choro quando as lágrimas ardem
Nas tragédias pungentes da essência alquebrada

É o afago espiritual, o sentido moral, a direção,
Quando nos perdemos em caminhos tortuosos.
O conforto da alma, gozo e pompa do coração,
Farta mesa de ambrosia e aperitivos saborosos.
Entre amigos os mais íntimos segredos inexistem;
Um cordão invisível prende seus régios umbigos.
Quando na noite a angústia e a solidão persistem,
Bate à porta, uma voz responde, oferece abrigo:

– Entre, fique à vontade, meu irmão, meu amigo!”


Quero agradecer a todos que sempre estiveram do meu lado tanto em momentos bons quantos ruins, que nunca se negaram a serem meus amigos, com carinho e orgulho sempre me assumiram diante todos! Obrigado por me efetivarem prolongando assim meu contrato por toda eternidade (rsrs)


"Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir. Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz."
(Carlos Drummond de Andrade)
  
Divulguem! Compartilhe!

Bookmark and Share






Postar um comentário