18 de dez de 2011

Um pingo nos “is”


 
Não me acho por que nunca precisei me encontrar...
E nunca me perdi, para me achar...
Nesta vida serei um eterno aprendiz... Não sei tudo de amor, nem de amar...
Não sei quase nada da vida, nem de viver... Sei apenas o que eu quero ser quando eu crescer...  E o que eu quero ser é gente grande... Por que de gente pequena como eu o mundo já está cheio...
Eu quero ser grande em sentimentos... Com uma pureza gigantesca, sendo assim poderei me sobressair melhor de seres que hoje são como eu...
Não sei se meias palavras bastam, mas de uma coisa tenha certeza, para um bom entendedor um pingo no “i” é letra.
Não me acho, por que eu nunca me perdi...
E nunca precisei me encontrar para me achar...
Não sei nada do mundo... Não sei nada de mim...
Sei do pouco que aprendi, mas sei que serei um eterno aprendiz... Aprendiz de feiticeiro, aprendiz de macumbeiro, bruxaria... Aprendiz do mundo inteiro.
E há aqueles que morrerão sem muito aprender ou nada saber, sem ter tempo de ser gente grande... Gente grande que eu sempre quis ser...
Basta! De gente pequena como eu o mundo está cheio... Cresça! Apareça!
Quem não entendeu, entenda: Ninguém é perfeito e um pingo nos “is” são letras.

Postar um comentário

18 de dez de 2011

Um pingo nos “is”


 
Não me acho por que nunca precisei me encontrar...
E nunca me perdi, para me achar...
Nesta vida serei um eterno aprendiz... Não sei tudo de amor, nem de amar...
Não sei quase nada da vida, nem de viver... Sei apenas o que eu quero ser quando eu crescer...  E o que eu quero ser é gente grande... Por que de gente pequena como eu o mundo já está cheio...
Eu quero ser grande em sentimentos... Com uma pureza gigantesca, sendo assim poderei me sobressair melhor de seres que hoje são como eu...
Não sei se meias palavras bastam, mas de uma coisa tenha certeza, para um bom entendedor um pingo no “i” é letra.
Não me acho, por que eu nunca me perdi...
E nunca precisei me encontrar para me achar...
Não sei nada do mundo... Não sei nada de mim...
Sei do pouco que aprendi, mas sei que serei um eterno aprendiz... Aprendiz de feiticeiro, aprendiz de macumbeiro, bruxaria... Aprendiz do mundo inteiro.
E há aqueles que morrerão sem muito aprender ou nada saber, sem ter tempo de ser gente grande... Gente grande que eu sempre quis ser...
Basta! De gente pequena como eu o mundo está cheio... Cresça! Apareça!
Quem não entendeu, entenda: Ninguém é perfeito e um pingo nos “is” são letras.

Postar um comentário