9 de mai de 2010

Meu exemplo de Mulher!

 Foto: arquivo pessoal



Eu nasci pra te amar...
Por anos estive em seus braços protegida em volto do seu amor e carinho.
Preparaste-me para o mundo, me ensinou a dar meus primeiros passos, mostrou-me o caminho do bem, falou-me de Deus e de seus ensinamentos.
Me fez sorrir, me fez chorar quando por varias vezes me disse “não”; O “não” que era para o meu bem; O “não” de amor; O “não” que iria me protege de todo mal e de toda desordem humana; O “não” essencial para a criação de uma criança despreparada pra vida.
Acho que te fiz sorrir, quando a senhora viu meu primeiro sorriso, meu primeiro passinho, meu primeiro dentinho e quando eu disse mamãe... Eu tenho certeza que te fiz sorrir quando entrei na escola e aprendi a ler. Vi seu sorriso quando na reunião de pais a professora me elogiou dizendo que eu era uma boa aluna.
Lembro do seu sorriso quando fiz minha primeira comunhão, pois desde criança apresentou-me a Deus e eu estava ali dando continuidade aos seus ensinamentos.
Te fiz sorri na primeira apresentação da escola, quando eu era coroinha na igreja e quando eu lia o evangelho no altar. Eu via seu orgulho e satisfação de me ter como filha.
Também te fiz chorar, passar noites em claro preocupada com meus momentos febril e das muitas vezes em que eu estava com a saúde fragilizada.
Por varias vezes choramos juntas, sofremos juntas...
Eu nasci pra te amar...
Por tudo que tem feito por mim, por tudo que passamos por todas as suas dores e alegrias eu nasci pra te amar, incondicionalmente, infinitamente e determinantemente eu nasci pra te amar...
Não imagino minha vida sem ti, tu és minha fortaleza, meu porto seguro a certeza de que não estou só!
Lembro-me de sua felicidade quando soube que eu lhe daria um netinho, eu pude sentir a emoção de esperar um filho, o sentir mexer dentro de mim, crescer, ouvir seu coraçãozinho. Por cinco meses e meio eu pude sentir a emoção de carregar um filho em meu ventre à mesma sensação e emoção que a senhora sentiu minha mãe ao me esperar. E desde então eu já o amava. Mas Deus o levou de mim antes mesmo de completar o ciclo normal de uma gestação, nasceu prematuro e papai do céu o Levou pra perto dele.
Eu sofri, eu chorei como toda mãe que ama seu filho, com a mesma intensidade de uma mãe que perdeu um filho.
Não precisou ele vivo aqui hoje para saber o que é ser mãe, mesmo ele ao lado de Deus, trago este sentimento dentro de mim. Tu és meu espelho o meu guia a minha inspiração, tu és meu exemplo de vida, minha eterna magia, minha melhor amiga!
Quando nosso anjinho foi pra perto de Deus tu me ensinaste o que é ser mãe, tu seguraste em minha mão, demonstrou todo seu amor e comigo chorou, a senhora me deu a força, me fez forte, me passou a mesma força com a qual me criou e criou meus três irmãos e superou a morte dos outros.
 Já se passaram seis anos que o Vinicius se foi, até o momento não tenho filhos, mas todo o ano a senhora me liga para me desejar feliz dia das mães e por todo ano suas palavras me consola:

“Minha filha, anos atrás você me deu um netinho e Deus o levou! por cinco meses e meio você carregou seu filho no ventre, o alimentou através de seu cordão umbilical, você cuidou dele se preocupou o tempo todo em quanto ele estava em sua barriga, por ele você sorriu e chorou... você o viu nascer e sofreu quando ele faleceu e acima de tudo o principal desde o inicio sempre o amou! Por isso feliz dia das mães!     

Feliz dia das mães para a senhora também!
Mãe eu te amo!
Tu és meu exemplo de mulher!



Leiam também crônica publicada no ano passado: Sou eu mãe?.

  By: Eyshila - Exemplo de Mulher

Canção para as mães
Postar um comentário

9 de mai de 2010

Meu exemplo de Mulher!

 Foto: arquivo pessoal



Eu nasci pra te amar...
Por anos estive em seus braços protegida em volto do seu amor e carinho.
Preparaste-me para o mundo, me ensinou a dar meus primeiros passos, mostrou-me o caminho do bem, falou-me de Deus e de seus ensinamentos.
Me fez sorrir, me fez chorar quando por varias vezes me disse “não”; O “não” que era para o meu bem; O “não” de amor; O “não” que iria me protege de todo mal e de toda desordem humana; O “não” essencial para a criação de uma criança despreparada pra vida.
Acho que te fiz sorrir, quando a senhora viu meu primeiro sorriso, meu primeiro passinho, meu primeiro dentinho e quando eu disse mamãe... Eu tenho certeza que te fiz sorrir quando entrei na escola e aprendi a ler. Vi seu sorriso quando na reunião de pais a professora me elogiou dizendo que eu era uma boa aluna.
Lembro do seu sorriso quando fiz minha primeira comunhão, pois desde criança apresentou-me a Deus e eu estava ali dando continuidade aos seus ensinamentos.
Te fiz sorri na primeira apresentação da escola, quando eu era coroinha na igreja e quando eu lia o evangelho no altar. Eu via seu orgulho e satisfação de me ter como filha.
Também te fiz chorar, passar noites em claro preocupada com meus momentos febril e das muitas vezes em que eu estava com a saúde fragilizada.
Por varias vezes choramos juntas, sofremos juntas...
Eu nasci pra te amar...
Por tudo que tem feito por mim, por tudo que passamos por todas as suas dores e alegrias eu nasci pra te amar, incondicionalmente, infinitamente e determinantemente eu nasci pra te amar...
Não imagino minha vida sem ti, tu és minha fortaleza, meu porto seguro a certeza de que não estou só!
Lembro-me de sua felicidade quando soube que eu lhe daria um netinho, eu pude sentir a emoção de esperar um filho, o sentir mexer dentro de mim, crescer, ouvir seu coraçãozinho. Por cinco meses e meio eu pude sentir a emoção de carregar um filho em meu ventre à mesma sensação e emoção que a senhora sentiu minha mãe ao me esperar. E desde então eu já o amava. Mas Deus o levou de mim antes mesmo de completar o ciclo normal de uma gestação, nasceu prematuro e papai do céu o Levou pra perto dele.
Eu sofri, eu chorei como toda mãe que ama seu filho, com a mesma intensidade de uma mãe que perdeu um filho.
Não precisou ele vivo aqui hoje para saber o que é ser mãe, mesmo ele ao lado de Deus, trago este sentimento dentro de mim. Tu és meu espelho o meu guia a minha inspiração, tu és meu exemplo de vida, minha eterna magia, minha melhor amiga!
Quando nosso anjinho foi pra perto de Deus tu me ensinaste o que é ser mãe, tu seguraste em minha mão, demonstrou todo seu amor e comigo chorou, a senhora me deu a força, me fez forte, me passou a mesma força com a qual me criou e criou meus três irmãos e superou a morte dos outros.
 Já se passaram seis anos que o Vinicius se foi, até o momento não tenho filhos, mas todo o ano a senhora me liga para me desejar feliz dia das mães e por todo ano suas palavras me consola:

“Minha filha, anos atrás você me deu um netinho e Deus o levou! por cinco meses e meio você carregou seu filho no ventre, o alimentou através de seu cordão umbilical, você cuidou dele se preocupou o tempo todo em quanto ele estava em sua barriga, por ele você sorriu e chorou... você o viu nascer e sofreu quando ele faleceu e acima de tudo o principal desde o inicio sempre o amou! Por isso feliz dia das mães!     

Feliz dia das mães para a senhora também!
Mãe eu te amo!
Tu és meu exemplo de mulher!



Leiam também crônica publicada no ano passado: Sou eu mãe?.

  By: Eyshila - Exemplo de Mulher

Canção para as mães
Postar um comentário